Social Icons

sábado, 13 de dezembro de 2008

Eu acredito no Pai Natal


Parece infantil, parece irreal mas eu acredito no Pai Natal. Talvez não aquela figura rechonchuda, barbuda vestido de vermelho que a coca-cola nos impôs mas que através dela vamos fazendo com que as nossas crianças também acredite no pai natal nessa época do ano.

Os meus filhos acreditavam no Pai Natal até há bem pouco tempo, sei que no fundo já desconfiavam bastante, mas não queriam que a magia acabasse, aquela magia infantil que só existe para quem acredita e que se Deus quiser vão manter a tradição e a magia para as nossas gerações futuras.

A magia que abre os nossos corações que nos faz ficar mais solidários e generosos para todos aqueles que precisam. Consumismo ou não, é uma época para dedicarmos à felicidade dos outros, fazer acontecer os pequenos sonhos que o dinheiro pode comprar e afinal de contas o que é o dinheiro senão para o gastar?

É tão bom ver a cara de alegria das pessoas que conseguiram ter aquilo que desejavam ou da boa surpresa que tiveram, pode ser só um prazer momentâneo mas é um prazer real do dar e receber que muitas vezes o ano passa a correr e parte do carinho e amor também foi ficando para trás.

É bom mantermos os nossos sonhos, afinal é preciso sonhar para depois de criar. Quando somos pequenos acreditamos no pai Natal e quando crescemos tornamo-nos no pai Natal por isso afinal o Pai Natal existe mesmo.

Sem comentários:

 

As visitas em numeros

Ocorreu um erro neste dispositivo