Social Icons

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Deixem-me trabalhar!


Isto de o Governo exigir tudo e mais alguma coisa aos funcionários públicos já é normal, fazem o que querem e ai de nós se refilarmos muito, porque agora o lema é, se não estivermos satisfeitos podem sempre optar pela mobilidade.

Agora, que tal os funcionários também começarem a exigir aos patrões, pelo menos que haja condições de trabalho? Ah pois é, quando pensaram no sistema de avaliação não lembraram com certeza das condições de trabalho da maioria dos funcionários públicos. Querem que o pessoal cumpre objectivos sem condições, como isso é possível?

Gostava mesmo de saber como será as condições de trabalho dos senhores ministros! Já que não nos aumentam nem nos progridem que tal arranjar-nos condições para pelo menos servirmos melhor os contribuintes?

Temos carros com mais de 30 anos a fazerem fiscalização no campo diariamente a mais de 12 concelhos, os arranjos mensais desses carros só fazem perder tempo e dinheiro, se tivéssemos carros mais novos, iam menos para as oficinas, estavam menos tempo parados, os administrativos faziam menos informações para os arranjos e teriam mais tempo para tratar de outras coisas, os próprios funcionários corriam menos riscos, por vezes é mesmo medonho conduzir um carro tão velhinho sem as devidas manutenções, é só barulho por todo o lado.

Temos um edifício mais velho ainda, mas um edifício bonito no centro da cidade, a precisar desesperadamente de alguns arranjos interiores e uma pintura na fachada. No verão não temos ar condicionado e no inverno é um problema ligar o aquecimento, a parte eléctrica não aguenta, é velha demais.

Informaticamente tenho que dizer que até estamos bem apetrechados, com máquinas que se não estivessem ligados ao sistema central, estávamos a trabalhar a 100 k/h ou a 200, mas o azar é que não podemos fazer nada sem estarmos ligados a uma aplicação que está em si ligada ao sistema central e aí é que vem o desastre! Nos seus dias maus, chega a levar meia hora para processar um registo e é quando não pára de responder de vez. Assim não dá! Os colegas de atendimento ao público ficam com cara de pau a olhar para o ecrã sem poderem fazer nada, as informações que tanto precisam levam horas a aparecer, um martírio.

Queixamos todos os dias mas nada, um desespero total quando se há vontade de trabalhar e não pode! Isto cheira a mal planeamento, lançam uma aplicação que o sistema remoto não funciona como deve ser, e depois são os funcionários públicos que levam na tabela porque são lentos e não cumprem os objectivos integralmente.

Que tal também, para os sindicatos, começarem a exigir condições de trabalho para a Função Publica? Há muita coisa que precisamos para além dessas que já mencionei, uma cadeira onde possamos sentir confortáveis o dia todo é um bom exemplo, seria menos despesas para o Governo no futuro para a factura da nossa saúde, e mais justo não poderia ser em pelo menos dar-nos as ferramentas para podermos desempenhar as nossas funções a 100 ou 200%.

Deixem-nos trabalhar!

2 comentários:

Guimaraes disse...

Cá está um post que diz verdades amargas para o sistema. O estado não faz contas. Os carros que referiu, certamente já não valem 100 € cada um. As reparações certamente são muito mais caras....
Quanto a condições de trabalho, já em 1970, a lei sobre segurança no trabalho dizia, no Art.º 1.º, que não se aplicava a instalações do estado.
Sempre tiveram muito respeito e consideração pelos funcionários!

Gotícula disse...

Pois é, a segurança de trabalho é só para os outros infelizmente e os funcionários que inventem o que for preciso só para poderem fazer o trabalho...

 

As visitas em numeros

Ocorreu um erro neste dispositivo