Social Icons

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Momento da Verdade

O novo programa polémico da SIC tem dado que falar! Confesso que não estava muito para aí virada quando foi para o ar, mas depois ouvia os colegas a comentarem, os vizinhos a falarem e até nos cafés a conversa era a mesma, despertou-me a curiosidade e vi a repetição dos dois primeiros programas e no terceiro até fiquei a assistir na hora.

É um programa polémico porque fazem perguntas polémicas e as respostas para valerem também são polémicas, daquelas que são mesmo para destruir famílias e até vidas. O programa oferece-nos a oportunidade de ver o que um ser humano é capaz de fazer para obter uns milhares de euros.

Claro que as primeiras perguntas não são assim tão difíceis ou polémicas, e ganhar os primeiros mil euros é um chamarim, o pior vem depois…e o que levam as pessoas a não pensarem nas consequências das respostas é que é grave. Será que 250 mil euros são quanto vale a dignidade de uma pessoa? É que nem todos chegam a este patamar, aliás serão raros os que chegam, e os que levam uns 5000 a 10.000 euros podem ter as vidas para construir todas de novo, será que vale a pena? Passar por tanta vergonha por dinheiro e a vida nunca mais será igual.

Curioso são também as pessoas que participam, pelo menos os dois primeiros, um seria militar e outro dono de uma mercearia, o primeiro saiu do programa com 10 mil euros mas um futuro bastante sombrio e o segundo saiu com as mãos a abanar e possivelmente um montão de problemas familiares por resolver, duas pessoas que não pareciam estar em dificuldades financeiras, pelo menos tinham emprego e família. A única concorrente que saiu a vencer 100 mil euros foi uma linda mulher cigana que pelos vistos tinha uma enorme cumplicidade com o marido, o que lhe valeu mesmo a vitória e foi sensata o suficiente a não prosseguir para a ultima pergunta que se calhar deitava mesmo tudo a perder.

São perguntas sem graça nenhuma, fazem que o ´status social´ de uma pessoa ir logo de água abaixo com ou sem justificações, é do tipo - se já alguma vez roubou -, - se já enganou os clientes -, ou pior ainda, concentram-se nas traições conjugais e familiares, dando à imagem dos concorrentes que estão a vender a família.

É um concurso com certeza passageiro, tal como o Big Brother que só teve graça no primeiro, mas sinceramente penso que este ainda é pior pois só mostra o lado pior do ser humano, depois de uma análise não aprendemos absolutamente nada e só ficamos perturbados com certas atitudes, de entretenimento é absolutamente nulo.

Para não aprender nada mais vale voltar às telenovelas, ver passar os nossos actores bonitos e quem sabe, melhor adormecer pelo meio e acordar no meio da família.

Sem comentários:

 

As visitas em numeros

Ocorreu um erro neste dispositivo