Social Icons

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

L I V R O S

Tenho uma grande paixão por livros, paixão que não manifestou durante o meu tempo de estudante mas tem estado a apurar até hoje e penso que é para continuar para sempre, já não me consigo imaginar sem ter pelo menos dois livros à cabeceira.
Um dos meus desejos é ter uma estante enorme numa divisão da minha casa só para os meus livros, onde os posso expor todos e contemplar a minha colecção sempre que quero.
Hoje ainda não é possível, ainda não encontrei a estante certa, mas um dia hei-de ter os meus livros da maneira que quero.

Adoro ir a livrarias, a FNAC para mim é um mundo encantado onde posso encontrar tudo o que quero, muitas vezes é um esforço sair de lá sem trazer nenhum porque ainda tenho muitos por ler, como seria bom se pudesse ler mais, mas a vida tem outros encantos e a atenção não pode ser só para a leitura.

Gosto de ler quase tudo, só a ficção científica é que não me atrai. Romances, Espiritualidades, Saúde, Psicologia, Tecnologia ou Culinária são os meus temas preferidos mas qualquer tema é interessante e o saber não ocupa lugar. Houve um livro do Papa João Paulo II, (Atravessar Limiar da Esperança) que me marcou muito, desfez muitas dúvidas que tinha perante a minha religião, reforçou outras crenças que já sentia, deu mais significado à minha existência e certezas no caminho a seguir e me acalmou imenso, percebi a mensagem que Ele nos quis transmitir.
O romance da Susanna Tamaro, (Vai aonde te leva o coração) foi o livro que até hoje mais me emocionou, chorei babo e ranho em algumas partes e não sou pessoa de grandes emoções, tenho a sequência desta história (Escuta a minha voz) mas ainda não senti a vontade de voltar a esta história, mas será para breve.
Os livros, tal como a musica abre-nos a mente e apura-nos as emoções. Uma tia me disse – A maior riqueza de um homem é a sabedoria e a única que ninguém nos pode tirar – hoje com o avanço das tecnologias, a internet e a televisão também nos trazem imensas informações mas nada é como ler um livro, na maior das calmas, poder voltar atrás as vezes que for necessário ou anos mais tarde voltar a procurar num ou noutro livro histórias, palavras ou técnicas para nos ajudar no nosso caminho, no nosso dia a dia.

Sem comentários:

 

As visitas em numeros

Ocorreu um erro neste dispositivo