Social Icons

terça-feira, 8 de abril de 2008

Chama Olímpica, China e Tibete


Será que os manifestantes de Londres e de Paris sabem daquilo que estão a manifestar para além da Libertação do Tibete? E será necessário apagar a chama olímpica e fazer boicote ás Olimpíadas na China? Sinceramente, acho que muito boa gente vai atrás de ideias dos outros sem saber a causa de certos manifestos.

Parece que está na moda condenarem a China pelos direitos humanos, esses tais de Países Desenvolvidos como a Inglaterra, os E.U.A, a França e até certas vozes de Portugal, têm a mania que são melhores que os outros e parece que percebem muito de direitos humanos.

Claro que a China ainda tem muito que aprender. A China evoluiu de uma forma estrondosa nestes últimos 30 anos, em comparação com alguns anos atrás está muito melhor, mas tem que ser tudo feito no seu devido tempo. É um País enorme com muita gente e como se costuma dizer devagar se vai ao longe, a China não pode ter a abertura que o Mundo quer de um dia para outro, seria muito mau para eles e não é a manifestar que os vamos ajudar….

Como podemos condenar os outros quando nós próprios não estamos á altura, quando as desigualdades dentro do nosso País são bem visíveis? E mesmo nos outros Países desenvolvidos? O que vai adiantar essas manifestações e boicotes? Absolutamente nada, e até pode piorar o que já mudou!

As Olimpíadas é uma coisa boa que vai acontecer em Peking, vai dar oportunidade aos Chineses que nunca de lá saíram terem contactos com novas culturas para além de outras oportunidades claro. Para quem imagina a China como um País cinzento e antiquado está muito enganado, pois isso era há 30 anos atrás, agora, há cidades tão modernas como Hong Kong ou Nova York. É necessário muito trabalho e vontade ainda para modernizar toda a China. A camada mais jovem já têm uma educação muito diferente, as novas ideias vão surgindo, mas é impossível eliminar as pessoas mais velhas, as pessoas que passaram pela revolução cultural e que sofreram muito nessa altura, certas ideias foram infiltradas e são difíceis de as eliminar, conhecendo a sua cultura e o respeito que têm pelos mais velhos, é impossível uma mudança radical, e quem está por fora só têm que respeitar.

Aproveitaram-se de Tibete para estas manifestações. Tibete é uma Região Autónoma, que um dia já foi independente, apesar dos desacordos entre o povo chinês e o povo tibetano, têm vivido em paz esses últimos anos e têm que se entender dialogando, conhecendo uns aos outros. Ou o mundo resolve meter a colher como fez com o Iraque?

3 comentários:

santiago disse...

ora, nem mais!
belas gotículas de quem pensa no que escreve.

Lusitana_oriental disse...

Olá Gotículas!

Estou inteiramente de acordo contigo...devemos ter sempre muito cuidado quando tomamos uma decisão,
saber porque e como a tomamos.

Vivo há 20 anos em Macau, estou quase a chegar à reforma, e aprendi
muito,muitíssimo neste Território à beira rio plantado, como a minha Lisboa...

Um beijinho para ti, e continua a escrever o que pensas enquanto não se pagar multa....

Lusitana

Gotícula disse...

Obrigada e beijinho para ti tb Lusitana.

 

As visitas em numeros

Ocorreu um erro neste dispositivo