Social Icons

domingo, 2 de novembro de 2008

Tiro-lhes o chapéu (se tivesse)

Não sou fã do McCain, prefiro a vitória do Obama embora a favor mesmo, preferia a Hilary, penso que estaria ela muito mais preparada para uma liderança tão importante, mas enfim, águas passadas não movem moinho e se tivesse que escolher de entre os dois Obama seria a minha escolha sem dúvida!

Mas o slogan para o Congresso Nacional dos Republicanos - Country First é muito inspirador, e é isso que se sente nos EUA, sempre foi assim, talvez um pouco mais abalado depois de 11 de Setembro de 2001 mas os americanos continuam a amar o seu país.

Confesso que invejo o espírito patriota desses países, gostava que os Portugueses também amassem Portugal como os Americanos amam o seu ou como os chinêses orgulham do seu. Movem montanhas para que o seu País seja bem visto e nós?

Nós queixamos, de como vai mal o País, das dificuldades, da miséria e se é para fazer alguma coisa para melhorar, se não for com algum proveito mais vale ficar em casa a ver televisão, esperar que o Governo faça alguma coisa...pois é, é triste, porque também temos um País lindo que podemos amar, orgulhar e torná-lo melhor por mais pequenino que seja.

Tal como os americanos, o actual governo deles é uma grande bosta, podemos lhes perguntar, a maioria dirão que Bush não presta e que não concorda com a sua governação, que foi por falcatruas que ganhou o segundo mandato, o mesmo se passa connosco, com uma diferença, sabem separar bem o Governo do País. Continuam a amar e a orgulhar-se dos EUA, continuam a construir no que acreditam, apesar de terem as mesmas dificulades que nós, porque ao contrário do que podemos pensar em América também há muita pobreza, problemas na saúde, de educação e o racismo.

Afinal de contas quem é que gere a nossa vida? Somos nós ou o Governo? Também crítico e estou descontente com muitas coisas que acho que não estão bem, mas amo Portugal, não tenho razões para dizer o contrário. Amo o clima, amo o ambiente, a comida, a história, a riqueza cultural, as praias, as montanhas, sei lá tanta tanta coisa boa e as pessoas, sim as pessoas, apesar de alguns serem desconfiadas e talvez um tanto invejosos e muito péssimistas por nunca terem tido uma vida fácil, não deixam de ser educados e humanos e espero que com o tempo apredendemos todos a amar o nosso País.

Dizem-se que os nostros hermanos estão melhores e porquê? Não estão em crise também? Mas notei uma diferença nos Espanhóis quando lá passei uns tempos, são muito seguros de si mesmos e muito orgulhosos do seu País! E isso faz a diferença.

Que tal começarmos olhar para o nosso País com outros olhos e começarmos a tratá-lo com respeito.

Sem comentários:

 

As visitas em numeros

Ocorreu um erro neste dispositivo